O álbum da copa está de volta.

A cada quatro anos, um evento nos fascina, muda nosso cotidiano e até mesmo a nossa forma de consumir, estamos falando da Copa do mundo que esse ano ocorre na Rússia.

Ainda que eu prefira as olimpíadas, a copa sempre me contagiou, eu pintava ruas, colocava bandeirinhas e tudo mais.

Eu até me lembro da copa de 86, quando a decoração era baseada em tiras de papel dourado e verde metalizado, que se enrolaram em um fio, dando curto e caindo toda energia da rua, à poucas horas do jogo, mas isso é papo para outro post, que não vai demorar, eu prometo.

O fenômeno álbum da copa

Álbum da copaJunto com a copa, vem um fenômeno que conquista desde crianças à adultos, o álbum da copa.

Figurinhas sempre fizeram sucesso entre a criançada, mas nesse caso, não apenas entre as crianças, acompanhe o texto para entender.

Produzido oficialmente pela Panini e distribuído entre mais de 90 países, tem no Brasil o seu maior público.

É comum ver praças, shoppings e outros lugares públicos se tornarem postos de trocas de figurinhas do album da copa 2018 , a paixão não distingue a idade, várias gerações se misturam procurando figurinhas para completar a sua coleção.

No Brasil é possível encontrar álbum de capa dura, capa normal e promocionais, que são distribuídos em escolas e por jornais, todos com 682 figurinhas (da 00 à 681). As figurinhas de número 672 a 681 foram reservadas para craques lendários do evento.

O álbum normal custa R$ 7,9 e capa dura R$ 49,9 custa e a figurinha custa R$2, tendo dobrado de preço desde a última copa.

Quem são os lendários?

A lista tem Pelé (campeão pelo Brasil em 1970), Franz Beckenbauer (vencedor pela então Alemanha Ocidental em 1974), Mario Kempes (que levantou a taça de 1978 pela Argentina), Karl-Heinz Rummenigge (vice-campeão em 1982 pela Alemanha Ocidental), Diego Maradona (herói argentino no título de 1986), Paolo Maldini (terceiro colocado em 1990 com a Itália), Carlos Valderrama (eliminado na fase de grupos com a Colômbia em 1994), Michael Owen (revelação da Inglaterra em 1998), Rivaldo (destaque do Brasil no título de 2002), Fabio Cannavaro (campeão com a Itália em 2006), Carles Puyol (campeão com a Espanha em 2010) e Miroslav Klose (maior artilheiros das Copas do Mundo e campeão com a Alemanha em 2014).

Figurinha rara?

Álbum da copaA tiragem nacional de álbuns ultrapassa 7 milhões e a produção de figurinhas chega a 8 milhões de pacotes com cromos por dia, com produção estimada até o dia 20 de abril. No mundo a estimativa é de 1,2 bihões de envelopes e 57 milhões de álbuns.

Ao contrário do que se imagina, todas as figurinhas tem tiragens iguais e são empacotadas com aleatoriedade, por isso, não existe figurinha mais rara.

Álbum  dourado?

Na Suíça é possível encontrar o álbum dourado, que traz inclusive o mapa do país na capa.

Álbum dourado da copa

Álbum dourado da copa

A exemplo da versão tradicional (de capa azul), também tem 682 figurinhas (da 00 à 681), obedecendo a disponibilidade da coleção do resto do mundo – inclusive os registros lendários de campeões entre os números 672 e 681.

A maior diferença do álbum dourado fica por conta das últimas páginas. Além de trazer fotos (já impressas) das eliminatórias continentais ao redor do mundo, o fim do álbum tem espaço para figurinhas de 12 jogadores considerados lendários – um de cada Copa do Mundo desde 1970. Os cromos ali não fazem parte da coleção oficial e podem ser conseguidas apenas na compra de uma marca de refrigerantes parceira da Fifa.

Atualização de jogadores

Antigamente era comum ter várias informações do jogador impresso no álbum, algo que mudou este ano, agora todas as informações vem no próprio cromo.

Isso ocorreu devido ao fato de alguns jogadores do álbum não estarem  na lista final.

Agora é possível atualizar a figurinha, apenas colocando por cima, pois a Panini irá oferecer atualizações, durante as convocações.

Vejam como eram os álbuns desde setenta e quatro

Álbum de todas as copas

Álbum de todas as copas

Copa de 74 Alemanha
Copa de 78 Argentina
Copa de 82 Espanha
Copa de 86 México
Copa de 90 Itália
Copa de 94 EUA
Copa de 98 França
Copa de 2002 Coréia e Japão
Copa de 2006 Alemanha
Copa de 2010 África do Sul
Copa de 2014 Brasil

0 Comments

Leave a Comment